Para refletir: Quando você vale no mercado ?

Isso mesmo ! Quanto custa seu passe ? Você tem idéia ? Se amanhã, por um motivo qualquer você se ver disponível no mercado, em quanto tempo você acha que se recoloca ? Terá que aceitar qualquer coisas ou irá disputar as melhores oportunidades no mercado ? Como você pretenderia buscar uma recolocação ? Catho, Apinfo, Curriculum.com, anúncios de jornais (ainda existe isso ?). Será que as melhores oportunidades estão nestes meios ? Aliás, como esta seu Networking ? Você tem e investe em redes de contatos ?  Eles (os contatos) sabem quem é você e o que faz ? Sabem em que você é bom ? Sua rede de contatos só existe quando você precisa ?

Mas voltando a pergunta: Quanto você vale no mercado ? Qual o preço do seu passe ? Você é um (ou uma) profissional Comodities, ou seja padrão, onde milhares de outros profissionais com o seu perfil, habilidades e competências também estão disponíveis no mercado e poderiam ser contratados rapidamente (até por um menor custo) para lhe substituir hoje na sua função. Se você for para o mercado hoje, você tem idéia com quantos outros Curriculuns estarão disputando com seu para concorrer a uma vaga da sua atual especialidade no mercado ? Você saberia dizer (sem pensar muito) qual o seu diferencial que poderia agregar valor para uma organização para que ela justifique a sua escolha ? Você acha que merece ganhar um ótimo salário ? Se sim , por que ? Por que você acha que o mercado pode lhe pagar o a salário que você acha que vale ? Você sabia que há uma lei de mercado que diz, que tudo que é igual a única diferença a ser considerada é o preço (salário). Você é “sondado” pelo mercado mesmo sem estar a procura ? Você se acha um profissional de referência na sua área ?

Desculpe se fiz muitas perguntas … mas … oque você  acha de tudo isso ???

Reflita … Comente !!!

Marcos Pires, PMP,  especialista em implementação e gestão de Escritório de Projetos (PMO) Estratégicos. Gerente do Escritório de Projetos Corporativo da GPTI, professor dos cursos de MBA em Gestão de Projetos da FIAP e Anhembi Morumbi, instrutor de cursos preparatórios para certificação PMP, palestrante e colunista de jornais, revistas e sites sobre o tema gerenciamento de projetos.

Email:  marcos.pires.2000@bol.com.br

Perfilhttp://www.linkedin.com/in/marcospiresgp

Twitter: http://www.twitter.com/projetizado

Afinal… o Gerente de Projetos deve “Gerenciar ou Liderar” ?

Em definições gerais e resumidas, “A gerencia se preocupa DIRETAMENTE com o RESULTADO do trabalho na qual é responsável, através do controle efetivo de recursos como pessoas, dinheiro e etc. A liderança se preocupa DIRETAMENTE com as PESSOAS, desenvolvendo e COMUNICANDO uma visão de futuro através da motivação dos indivíduos, obtendo deles seu comprometimento para a obtenção do RESULTADO.”

Das duas breves definições apresentadas acima, qual delas se encaixa melhor quando o assunto é lidar com equipes (pessoas) em um Projetos ?

Em minha opinião, a resposta é: as duas !

Sim, as duas ! E não se trata de um mix das duas, ou seja, onde um pouco de cada aspecto seria o ideal para um gestor de projetos. Trata-se de duas características que um profissional de gerenciamento de projetos DEVE possuir. São essências que se completam e formam um diferencial de extremo valor para qualquer profissional de gerenciamento de projetos.

Mas infelizmente, o assunto Liderança é (e deve continuar sendo nos próximos tempos) um grande ponto a ser buscado e desenvolvido pela grande maioria dos profissionais do mercado. Mesmo com a considerável falta de gestores com este perfil, Liderança é um aspecto que para muitos seria o ponto mais importante a ser considerado na contratação de um profissional de gerenciamento de projetos. Ver link: https://projetizado.wordpress.com/2010/02/08/pesquisa-revela-que-lideranca-e-negociacao-sao-fundamentais-para-um-profissional-de-gerenciamento-de-projetos/

Para se ter uma idéia, infelizmente, mesmo os mais conceituados MBAs e cursos de especializações de gerenciamento de projetos ou não tem, ou são muito deficientes em promover disciplinas que conceituem, estimulem e desenvolvam os alunos nas habilidades de Liderança. Há quem diga que lideránça já nasce no DNA da pessoa. Eu discordo. Liderança pode ser aprendida e desenvolvida, mas isso é outro assunto !!!

Como professor de MBA, que convivo com dezenas de alunos desta disciplina, percebo a carência neste aspecto. Vejo a grande quantidade de profissionais que estão se preparando para alavancar passos maiores em suas carreiras, obtendo conhecimentos “técnicos” mais profundos, entendendo a importância da gestão de Riscos, Custos, Qualidade e outros aspectos fundamentais de gerenciamento de projetos, mas que no final ainda fica um “Gap” em relação a aspectos sobre Liderança que precisariam ser desenvolvidos e lapidados. Mas infelizmente o mundo acadêmico ainda não esta preparado para este suporte mais abrangente.

O objetivo deste Blog não é ensinar nada sobre Liderança (longe disso), mas sim alertar (mais uma vez) da importância do assunto.

Vale aqui mencionar uma afirmação de meu colega professor Farhad Abdollahyan, que comentou em meu Blog anterior sobre uma enquete que realizei sobre aspectos importantes a serem considerados para um profissional de gestão de projetos (ver link acima): “Palavras como Liderança e Negociação se tornaram moda e é martelado em palestras, artigos e publicações em geral.

Para finalizar , estou eu aqui martelando mais uma vez e espero que esta moda pegue na prática, ou seja, que a mesma inportância que se dá aos aspectos técnicos sobre projetos seja dada ao desenvolvimento das habilidades de Liderança e que aqueles que desejarem se destacar neste competitivo mercado de gerenciamento de projetos comecem também entender que para ter sucesso em projetos é necessário que se faça isso através de pessoas. E é neste ponto (pessoas), onde a Liderança se torna fator chave do sucesso, não só nos projetos, mas para qualquer segmento da vida.

Marcos Pires, PMP,  especialista em implementação e gestão de de Escritório de Projetos (PMO) Estratégicos. Gerente do Escritório de Projetos Corporativo da GPTI, professor dos cursos de MBA em Gestão de Projetos da FIAP e Anhembi Morumbi, instrutor de cursos preparatórios para certificação PMP, palestrante e colunista de jornais, revistas e sites sobre o tema gerenciamento de projetos.

Email:  marcos.pires.2000@bol.com.br

Perfilhttp://www.linkedin.com/in/marcospiresgp

Twitter: http://www.twitter.com/projetizado

Pesquisa revela que Liderança e Negociação são fundamentais para um profissional de Gerenciamento de Projetos

PesquisaEm pesquisa realizada entre 27 de Janeiro até 7 de Fevereiro de 2010 junto a profissionais da área de gerenciamento de projetos, recursos humanos e coaches através do site de relacionamentos profissionais Linkedin (www.linkedin.com), onde foi questionado dentre 5 opções de respostas, qual seria o ítem mais importante a ser considerado no momento de uma contratação de um profissional de Gestão de Projetos.

O destaque desta pesquisa na qual participaram 337 profissionais foi a grande importância dada aos aspectos comportamentais nas habilidades de Liderança (54%) e Negociação (24%), totalizando 78% das opiniões. Estes números comprovam que cada vez mais o mercado começa a dar um grande valor aos profissional com este perfil. Especialização em Gestão (9%) apesar da baixa votação deve ser também mencionado como mais um fator de diferenciação para um profissional que deseja se destacar no mercado. Conhecimento técnico do Produto/Projeto (5%) e Certificação PMP (5%) ficaram entre as menos votadas. O destaque nesta situação é uma reversão em relação a Certificação PMP que até tempos atras seria uma doss mais desejados pontos indispensáveis para um profissional de gerenciamento de projetos.

Para votar e visualizar o resultado atual da pesquisa, acesse: http://polls.linkedin.com/p/75168/wwxbv

Abaixo, seguem algumas das considerações de alguns colaboradores do Blog Projetizado:

  • As questões fechadas são tendenciosas e podem causar confusão para quem as interpreta. Eu respondi liderança, mas nenhuma das questões levam em conta as competências do GdP (em sua plenitute) em entregar o projeto, nenhuma delas garante isto. Se você pretende usar o resultado para vender serviço de liderança a pesquisa é ótima. Certificação PMP? oras, conhecer não é saber. Então pensei numa questão que pudesse abarcar isto e coloco aqui para discussão:”Eu não abriria mão na contratação da “Experiência”, acima de tudo é ela quem impulsiona a carreira do GdP. Ela não esta contemplada na enquete, quanto ao resto, bem … o resto agente corre atrás.

Luciano Kolotelo, MSc., IPMACoordinator at IICC – IPMA Independent Certification Committee

  

  • Acho que eu fui o único a escolher a opção – Conhecimento técnico do produto/projeto. Deixem me explicar minha escolha. Quando eu li a pergunta , sem saber das alternativas, me veio a mente a Experiencia. Como está não é uma opção válida acabei escolhendo a alternativa que mais se aproxima , no caso conhecimento do produto/proj.Entendo também as demais são básicas ou fazem parte das competência de qquer GP e, além do mais, liderança e habilidade de comunicação são muito difícies de identificar no momento da contratação. A minha escolha foi centrada nas palavras – No momento da contratação. Marcos, para não estender o assunto sugiro criar outra enquete para discutirmos se um GP pode atuar em qquel segmento.

Armando MonteiroIT & HR Director

  • Liderança de Equipe é fundamental. Liderança é um tema que sempre desperta muito interesse por uma simples razão: toda empresa ou instituição depende de seus líderes. Essa afirmação demonstra claramente a importância dos líderes, que são os responsáveis pelo sucesso ou pelo fracasso das organizações. Ser Líder não é fácil. Ele deve ser disciplinado, paciente, humilde e comprometido, deve respeitar sua equipe e ser respeitado por ela.Existe uma diferença entre Gerente e Líder. Um gerente pode ser considerado um bom profissional, planejador e gestor organizado e, mesmo assim, não ser um líder. Boa enquete…Abraços,Franklin von Haydin

Franklin von Haydin, Gerente Unidade Studio Digital / Atendimento e Gestão de Operações e Projetos Web at Resource

 

  • Liderança de Equipe é fundamental em qualquer área de atuação, conhecimentos técnicos , especializações e certificação são fundamentais em qualquer profissão, agora, saber negociar é uma questão de habilidade, vc pode aprender a técnica mas a habilidade é do sujeito. AbraçosRoseli Turini

Roseli Turini, Independent Head Hunter & HR Consultant

 

  • A capacidade de liderança é fundamental e item preponderante na contratação de um gerente de projeto. O comandado de um projeto realizado por um líder tem rumo definido, observa-se a atitude, o compromentimento do time a cada passo de progresso do projeto. No dia-a-dia a habilidade de negociação função do porte, e principalmente do estado do projeto, é também um fator de destaque. A vivência de um projeto trouble também demonstra a necessidade de mão firme na liderança, e de grande flexibilidade ou habilidade nas negociações para trazê-lo de volta a uma condição normal de percurso.Parabéns pela iniciativa do poll.Abraços, Sergio.

Sergio Bovo Barboza, Information Security Manager and Outsourcing at GPTI

 

  • Indiscutivelmente, a liderança é fundamental para o sucesso de qualquer projeto. Uma certificação não garante que o profissional seja qualificado para liderar.

Daniel Itzicovitch, Business Director at Itelios

 

  • A experiência tem mostrado que a capacidade de liderança do gestor do projeto é o principal fator para o seu sucesso. Domínio de ferramentas ou conhecimento do projeto não garantem absolutamente que os requisitos serão atendidos. Projetos com líderes fracos ou incapazes nunca serão bons projetos. As histórias das empresas estão cheias de exemplos deste tipo e, mesmo assim, grande parte dos executivos de primeiro nível continuam a colocar à frente de seus projetos aqueles que entendem do produto ou dos processos envolvidos porém sem a necessária capacitação nas práticas de gestão de projetos e sem ter desenvolvidas as competências relacionadas à gestão de pessoas. Abraço. Antonio Troque

Antonio TROQUE,  TrendEx

 

Marcos Pires, PMP,  especialista em implementação e gestão de de Escritório de Projetos (PMO) Estratégicos. Gerente do Escritório de Projetos Corporativo da GPTI, professor dos cursos de MBA em Gestão de Projetos da FIAP e Anhembi Morumbi, instrutor de cursos preparatórios para certificação PMP, palestrante e colunista de jornais, revistas e sites sobre o tema gerenciamento de projetos.

Email:  marcos.pires.2000@bol.com.br

Perfilhttp://www.linkedin.com/in/marcospiresgp

Twitter: http://www.twitter.com/projetizado